A teologia da prosperidade


Você sabe como começou?

Um pouco sobre a vida do fundador da Teologia da Prosperidade: KENNET HAGIN nasceu prematuro, em 1918. Teve sérios problemas de saúde durante toda sua infância e adolescência. Cresceu em um ambiente financeiramente humilde e viveu o período da Grande Depressão dos EUA. Aos seis anos, seu pai abandonou a família e, posteriormente, sua mãe não suportou as pressões da vida e adquiriu sérios problemas físicos e mentais. Hagin tornou-se um jovem irritado e revoltado. Passou a morar com seus avós. Aos 15 anos, sua saúde piorou, chegando a ter um diagnóstico de que lhe restava pouco tempo de vida.

Segundo seu testemunho, durante aquele período de profunda enfermidade, ele recebeu várias visões em que ele teria sido levado ao inferno e depois ao céu, três vezes em seguida. As viagens ao inferno conduziram-no ao arrependimento e as viagens ao céu levaram-no à fé e à conversão. Nessas visões ele teria recebido uma revelação do verdadeiro significado de Marcos 11: 23-24, que diz: “Porque, em verdade vos digo que, qualquer que disser a este monte: Ergue-te e lança-te no mar, e não duvidar em seu coração, mas crer que se fará aquilo que diz, tudo o que disser lhe será feito.Por isso, vos digo que tudo o que pedirdes, orando, crede que o recebereis, e tê-lo-eis”.

Durante as visões, ele afirma que recebeu o verdadeiro entendimento sobre a natureza da fé cristã. A essência da revelação era que para que a pessoa possa obter os resultados das orações, ela deveria pronunciar em voz alta seus pedidos e nunca duvidar de que tenham sido respondidos, mesmo que as evidências físicas mostrassem o contrário. Uma vez feita a oração, o fiel deve afirmar constantemente a resposta (que ele deseja obter) até que surja a prova. Essa é a essência do que hoje é ensinado como “confissão positiva”. Hagin afirma categoricamente que todas essas revelações vieram diretamente da boca de Deus para ele.

Hagin declarou que depois de passar 8 meses afirmando sua própria cura ele saiu da cama e nunca mais ficou doente. Decidiu, então, consagrar sua vida ao Senhor e viver para pregar o evangelho. Formou-se no segundo grau e logo passou a pastorear uma igreja batista. Depois de contar sobre suas visões e de afirmar ter recebido o dom de línguas, foi “convidado” a deixar seu cargo na igreja poucos meses depois.

Kenneth Hagin resolveu se envolver com a Assembleia de Deus, porque ali havia ampla aceitação para “visões” e dons espirituais. Durante os 12 anos seguintes, pastoreou diversas igrejas pentecostais na região sul dos Estados Unidos. Ele fez tanto sucesso nos anos 50 por causa da efervescência do movimento carismático da época, que no início dos anos 70 resolveu fundar seu próprio ministério de cura divina. Vale salientar que foi através dos ensinamentos dele que surgiu a “explosão” dos grandes nomes de hoje da cura pela fé. Fundou sua própria escola, conhecida até hoje como Instituto Bíblico Rhema (nunca esqueça deste nome).

Ressaltamos que Hagin nunca teve nenhum preparo teológico, nem nunca foi pupilo de nenhum pastor. Sua teologia é baseada completamente nas supostas revelações que Deus concedeu a ele. Com essas afirmações, Hagin tinha poder suficiente para dizer que não podia ser questionado, pois questioná-lo seria o mesmo que duvidar do próprio Deus...

(O texto foi baseado no segundo ponto do capítulo 1 do livro “O evangelho da Prosperidade”, edição revisada com guia de estudo. Autor: Alan B. Pieratt, edições Vida Nova, 1995.)

12:5324
NOV 2012

O que é PECADO?


Segundo o dicionário da língua Portuguesa:
s.m. Religião, TRANSGRESSÃO DA LEI DE DEUS ou DOS MANDAMENTOS DA IGREJA.

No tocante a “lei de Deus”, antes de Cristo reconhecemos (conforme a Bíblia e de forma curiosa) que PECADO tratava-se basicamente de não se cumprir a LEI que havia sido dada ao povo por Moisés (Deuteronômio 4:44) (João 1:17), entretanto, no melhor estilo “façam o que eu mando mas não façam o que eu faço”, por mais que a LEI (incentivada pela regra dos DEZ MANDAMENTOS) determinasse NÃO MATARÁS (Êxodo 20:13), observamos que no tempo do Antigo Testamento o povo hebreu MATAVA e dizimava nações inteiras, tudo é claro, sempre de acordo com a “vontade de Deus”.
Mas isso é assunto para outro tópico... Voltemos à questão do PECADO.
Então temos no AT 613 PRECEITOS que REGRAVAM o comportamento do homem e podemos afirmar que de forma LITERAL, tudo que não se enquadrava nestes preceitos era tido como PECADO.
Vamos a um exemplo interessante:
Fumar cigarros poderia ser considerado um pecado?
Podemos HOJE afirmar que SIM, uma vez que no cigarro existem somente elementos tóxicos ao organismo e que ENTENDAMOS que o corpo é templo do Espírito de Deus (João 14:17) (I Coríntios 3:16) (I Coríntios 6:19) (Hebreus 3:6), e como tal, não deve ser contaminado por tais elementos. No entanto, os Judeus Ortodoxos (atuais) fumam, já que NÃO EXISTE NA TORÁ (Lei) nenhuma restrição para tal.
Outro exemplo:
Consumir bebida alcoólica poderia ser considerado pecado?
Podemos afirmar que NÃO, uma vez que o álcool comestível (em pequenas quantidades) é capaz até de trazer benefícios à saúde.
Não é mito. Existem bebidas alcoólicas que fazem bem ao coração, como é o caso do vinho tinto. Diversas pesquisas já comprovaram isso. Uma delas, feita pela Universidade de Wisconsin-Madison, nos Estados Unidos, mostrou que o polifenol resveratrol, substância encontrada nas cascas e sementes de uvas, é capaz de frear mudanças no funcionamento do coração que acontecem com a idade. Segundo a nutricionista Viviane Chaer Borges, do Hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo, o vinho contém mais de 200 tipos de polifenóis, que exercem função altamente antioxidante. "O álcool funciona como um solvente extrator dessas substâncias".
E a famosa cerveja? Um estudo com 16 homens de 20 a 30 anos, que praticavam esporte, mostrou que o grupo que se hidratou com 660 mililitros de cerveja (equivalente a uma garrafa) após a atividade física não apresentou nenhum tipo de problema para repor líquidos em comparação àquele que bebeu água. E mais: a bebida conta com flavonóides, agentes que combatem os radicais livres e o ácido fólico, que previne o aparecimento de tumores e anemia. A questão é: Como o álcool dificulta a absorção dos elementos, CONVÉM NÃO EXAGERAR.
Aliás, EXAGERO é a palavra que nos leva ao conceito PECADO.
Cristo bebeu vinho (Lucas 7:33-34). E apesar do fato de que alguns “religiosos” tentam pregar que o vinho consumido naquela época era “suco de uva”, tal afirmação beira o ridículo, uma vez que existem afirmações bíblicas de que o vinho “embriagava” (Efésios 5:18).
Seria possível se embriagar com suco de uva?
Cientificamente falando, também sabemos que muitos elementos naturais postos em fermentação (uva, levedo, cana de açúcar, arroz e etc.) geram álcool, que por si somente é reconhecido como substância orgânica.
O excesso ou exagero em muitas áreas da vida nos levam a prática do erro e consequentemente a “pecar”.
Pais que EXAGERAM no amor aos filhos, normalmente esquecem um do outro e por fim esta errônea supervalorização dos filhos termina até por findar a relação. Amam mais os filhos que seus cônjuges e assim também mais do que a Deus, então pecam.
Casais que são tão apaixonados uns pelos outros que se esquecem de Deus, então pecam.
Uns exageram no valor aos bens, as suas posses, em seus “motivos de orgulho”, são exageradamente apegados ao materialismo, então pecam.
O EXAGERO é o pai de todos os problemas, e o EXAGERO dos interesses humanos nos afastam de Deus e consequentemente nos encaminham ao pecado.
CAMINHO.
O verbo (a palavra) se fez carne (Cristo) e nos ensina um CAMINHO de busca à perfeição, que uma vez seguido nos leva a salvação da alma. Ensinamentos básicos (ainda que complexos) que uma vez compreendidos e praticados (santidade), nos afastam do PECADO e nos aproximam de Deus. Tais ensinamentos podem ser encontrados e resumidos nos seguintes textos: (Mateus 5:39 e 44) (Mateus 25:42-45) (Marcos 8:34) (Marcos 9:35) (Lucas 10:27).
Em Tiago achamos uma tipificação bem simplificada do assunto:
(Tiago 4:17) -  aquele, pois, QUE SABE FAZER O BEM e não o faz, COMETE PECADO.
Como seres humanos, a perda da inocência (infantil) nos remete a conhecer o bem e o mal. Quando SABEMOS FAZER O BEM e não o fazemos, na prática... PECAMOS.
Erramos (e pecamos) diante de Deus quando sabemos e não praticamos o bem, quando somos omissos, quando nos calamos, quando não produzimos frutos dignos, quando somos coniventes e apenas nos adaptamos ao mundo, quando não ajudamos os que necessitam conforme nossa possibilidade, quando cruzamos nossos braços e apenas nos sentamos confortavelmente em nossas cadeiras sem ter nenhum tipo de atitude ou verdadeiro testemunho. 
Pecado de morte?
(Hebreus 10:26) -  Porque, SE PECARMOS VOLUNTARIAMENTE, depois de termos recebido o conhecimento da verdade, JÁ NÃO RESTA MAIS SACRIFÍCIO PELOS PECADOS.
Reconheço ser o PECADO VOLUNTÁRIO, pois uma vez que o cometemos, anulamos o sacrifício de Cristo em nossas vidas.

O texto citado pela igreja Willian Greco é uma complementação a outro que gosto muito:
(Romanos 14:22) - Tens tu fé? TEM-NA EM TI MESMO DIANTE DE DEUS. BEM-AVENTURADO AQUELE QUE NÃO SE CONDENA A SI MESMO NAQUILO QUE APROVA. (Romanos 14:23) - Mas aquele que tem dúvidas, se come está condenado, porque não come por fé; e tudo o que não é de fé é pecado.

Aja em concordância com os ensinamentos de Cristo e ainda que sejamos pecadores por natureza (involuntários) a VOLUNTARIEDADE em pecar não terá mais espaço em nossas vidas.

Reiterando...
(Tiago 4:17) -  aquele, pois, QUE SABE FAZER O BEM e não o faz, COMETE PECADO.

Reflita sobre tudo isso.

Marcus VP Moreira
18:15 - 29 jul 2012

Davi matou Golias, PORÉM...


HOJE nos é ensinado por Cristo:
(Mateus 26:52) -  Então Jesus disse-lhe: EMBAINHA A TUA ESPADA; PORQUE TODOS OS QUE LANÇAREM MÃO DA ESPADA, À ESPADA MORRERÃO.
É importante analisar BEM a luz dos ensinamentos bíblicos se muitos dos atos violentos narrados no antigo testamento REALMENTE eram permitidos ou mesmo determinados por Deus. Ao estudarmos a vida de Cristo, veremos em João Cap 8 que após um levante no qual os fariseus (judeus, descendentes direto do povo de Israel o qual Davi foi integrante) ameaçaram apedrejar Jesus, lhes foi dito (uma atenção especial aos textos em “caixa alta”):

(João 8:38) - EU FALO DO QUE VI JUNTO DE MEU PAI, E VÓS FAZEIS O QUE TAMBÉM VISTES JUNTO DE VOSSO PAI. (João 8:39) - Responderam, e disseram-lhe: Nosso pai é Abraão. Jesus disse-lhes: Se fôsseis filhos de Abraão, faríeis as obras de Abraão. (João 8:40) - Mas agora procurais matar-me, a mim, homem que vos tem dito a verdade que de Deus tem ouvido; Abraão não fez isto. (João 8:41) - Vós fazeis as obras de vosso pai. Disseram-lhe, pois: Nós não somos nascidos de prostituição; TEMOS UM PAI, QUE É DEUS. (João 8:42) - Disse-lhes, pois, Jesus: SE DEUS FOSSE O VOSSO PAI, CERTAMENTE ME AMARÍEIS, POIS QUE EU SAÍ, E VIM DE DEUS; NÃO VIM DE MIM MESMO, MAS ELE ME ENVIOU. (João 8:43) - Por que não entendeis a minha linguagem? Por não poderdes ouvir a minha palavra. (João 8:44) - VÓS TENDES POR PAI AO DIABO, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. ELE FOI HOMICIDA DESDE O PRINCÍPIO, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira.

Esta é a resposta que confunde a mente do ser humano por justamente não ser bem compreendida pelos religiosos.

Temos um Deus que (segundo determinados textos) DETERMINA que nações inteiras sejam “dizimadas” no antigo testamento, porém que se torna um Deus de amor e de perdão no novo testamento conforme nos ensina Cristo.

Cristo DIZ CLARAMENTE AOS JUDEUS QUE TANTO MATAVAM EM NOME DE DEUS: (João 8:44) - VÓS TENDES POR PAI AO DIABO, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. ELE FOI HOMICIDA DESDE O PRINCÍPIO.

Quem é VERDADEIRAMENTE seu pai?

Os fariseus ACREDITAVAM que seu pai era Deus (João 8:41) porém PRATICAVAM as obras do diabo, e isso não é algo que foi DITO por mim... Esta bem posto nos ensinamentos bíblicos.

(Mateus 13:13) – (...) PORQUE ELES, VENDO, NÃO VÊEM; E, OUVINDO, NÃO OUVEM NEM COMPREENDEM.

É necessário muito CUIDADO no lidar e entender da palavra, pois ela (a ensinada por Cristo) é simples, mas tratou de ser complicada por séculos de manipulação humana.

Marcus VP Moreira
08:00 - 09 jul 2012

PROSPERIDADE... Você entende o que é?



PROSPERIDADE não é algo relacionado a dinheiro e sim a uma condição consciente do ser humano, na qual ele poderá estar feliz INDIFERENTE ao estado financeiro ou físico no qual ele se encontre.

(Filipenses 4:11) - Não digo isto como por necessidade, porque JÁ APRENDI A CONTENTAR-ME COM O QUE TENHO. (Filipenses 4:12) - SEI ESTAR ABATIDO, E SEI TAMBÉM TER ABUNDÂNCIA; EM TODA A MANEIRA, E EM TODAS AS COISAS ESTOU INSTRUÍDO, TANTO A TER FARTURA, COMO A TER FOME; TANTO A TER ABUNDÂNCIA, COMO A PADECER NECESSIDADE. (Filipenses 4:13) - POSSO TODAS AS COISAS EM CRISTO QUE ME FORTALECE.

ISSO É PROSPERIDADE... Poder suportar TUDO firme em Cristo Jesus.


PROSPERIDADE
Do latim prosperus, significa "feliz, ditoso, florescente".

Marcus VP Moreira
22:00 - 05 jun 2012

Porquê NÃO SOU "evangélico"?


Escrever sobre esse assunto é uma tanto que perigoso dependendo de como as pessoas que vão Ler e interpretar, mas eu tenho certeza que aqueles que tiverem um pouco de inteligência e de senso crítico vão concordar, mas claro, os que não concordam, vão ser respeitados da mesma forma.

Existiu uma época em que o termo evangélico apontava para aqueles que eram portadores da mensagem do evangelho, precisamente os que eram proliferadores da reforma, claro o título dado fazia sentido e era motivo de alegria ser chamado de Evangélico, mas o tempo foi passando e com isso foi emergindo do seio da reforma, homens que se deixaram se guiar pelos seus conceitos desviados das sagradas escrituras com isso os erros doutrinários, mas o pior é que essas pessoas não perderam o título de Evangélicos até porque falavam em Jesus, pois bem era esse o início da banalização do termo Evangélico e que na verdade foi sendo marca registrada de Movimentos que envergonham o Cristianismo, mas eu vou aqui dá algumas razões pelas quais não sou um “Evangélico na visão atual”, vamos lá.

1º Eu não sou evangélico porque: Os evangélicos não são Cristocêntricos, ou seja, na pregação do evangelho eles não apresentam Jesus como o único que pode salvar; Não mencionam que a salvação só foi possível porque Cristo de uma forma perfeita obedeceu todas as exigências que eram necessárias. Pelo contrário, o evangelho apresentado tem o homem como o centro de tudo e mostram que o homem é capaz através de seus méritos, de  alcançar um nível em que Deus vai lhe favorecer no que diz respeito à salvação, sem contar os acréscimo que fazem.

2º Eu não sou evangélico por que: Os evangélicos não creem na soberania de Deus; Os evangélicos mostram um grau de intimidade tão grande com Deus que chega a ser até maior do que a relação de Jesus com Deus. Eles exigem, decretam, profetizam, “pagam o preço”, ordenam, não aceitam e mais outras coisas. Literalmente, acham que Deus é submisso as suas auto Interpretações. Deus disse que ia fazer, tem que fazer! Sem contar a questão da Soteriologia (digo a questão da Salvação), que eles ensinam que Deus é escravo do homem. Eles em suas Pseudo(Falsa) espiritualidade emancipam pra si a salvação, inclusive Céu e Inferno.

3º Não sou evangélico por que: Os evangélicos são discriminadores natos, se colocam acima dos outros; é uma santidade tão grande que chega a transbordar de soberba, os evangélicos assumiram uma postura de “Super heróis”. Eles são perfeitos, segundo o regimento de suas instituições, que é como se eles não tivessem o pecado original dentro de si e nem a natureza pecaminosa. Muitos acreditam que quando aceitaram Jesus, segundo a cultura evangélica , eles agora são perfeitos e o pecado é só coisa pra ímpios.

4º Não sou evangélico por que: Os evangélicos são idolatras; Há um erro muito grande quando eles dizem que idolatria é apenas adoração a imagens. Engraçado que literalmente isso está acontecendo e eles não conseguem enxergar , os cantores evangélicos que não tem nenhum compromisso com as sagradas escrituras fazem investimentos pesados em seus trabalhos, são letras que atendem a vontade dos evangélicos, onde eles apelam para o humanismo e o povo se lança de corpo e alma, seguindo-os e idolatrando. Os shows que se maquiam de cruzadas levando o povo ao delírio, são os líderes que não estão nem aí pra ninguém, mas, que têm impérios mantidos pelos idolatras.

5º Eu não sou evangélico por que: Os evangélicos não tem liberdade de pensar e quando tem não o fazem; O auto índice de ignorância é notório entre os evangélicos são pensamentos arcaicos e sem noção e o pior de tudo é que eles entram em discussão como se o que eles defendem fosse uma verdade absoluta. Eles são facilmente enganados e acreditam que não precisam de informações porque pra eles o líder é inerrante. Eles aceitam de bom grado e não julgam seus líderes por que Acreditam na ideia de que é Deus quem tomará as providencias cabíveis.

6º Eu não sou evangélico por que: Não existe “Culto a Deus” pra os evangélicos; O que existe é um lugar onde se reúnem pra atender as necessidades do publico. Ritmos de acordo com cada faixa etária, homenagens a homens. Entretimentos, irracionalidades, tudo é possível no culto, o Deus dos céu se manifesta como quer e usando quem quer, Teatros e grupos de dança, tudo isso vem pra rechear o culto. A ministração da palavra não tem o lugar central do culto! O culto racional não existe tem que ser algo que mexa com o emocional do povo, É assim que funciona,inclusive o desprezo as escrituras são marca registrada entre eles.

7º Eu não sou evangélico por que: Os evangélicos banalizaram tudo que é espiritual; Exemplo: “Sangue de Jesus” é proferido quando se vê uma barata ou um rato; “Dar Glória a Deus”, pode ser da boca pra fora. O nome de Jesus é um simples adágio, o Céu é uma ideia utópica, Salvação é qualquer coisa, menos, Segurança Eterna e outras coisas mais.

Quero encerrar dizendo que hoje eu me envergonho quando alguém pergunta se eu sou evangélico por que a primeira coisa que me vem à mente é esse sistema podre de manipulação encabeçado por esses líderes, amantes de si mesmos, que não tem nenhum vinculo com a verdade e aos escândalos produzidos pelos que estão, supostamente, representando os evangélicos daí fica pior. Eu não quero ser chamado de Evangélico por que evangélico hoje está associado a escândalos, ladrões, corrupções, riquezas, fanatismo e outras vergonhas. Prefiro ser chamado de Cristão por que sei que não tem como viver no engano, “Ou temos as escrituras como regra de fé e prática ou não podemos ter tal título.” Cristão. Isso sim eu quero ser chamado por que, com certeza, os méritos de Cristo vão me proporcionar uma vida que de fato honre o Chamado.


Marcus VP Moreira
13:00 - 03 jun 2012

Colaboração da igreja Nadia Oli Vieira (Facebook) como indicadora do texto.

Quem é o PASTOR?



Certa pergunta lançada no DEBATE BÍBLICO via FACEBOOK (http://www.facebook.com/projetovideira) em 27/05/2012 as 14:10, levantou outro debate (digamos assim) entre o amado irmão Willian Greco (de São Paulo) e um pastor da denominação conhecida por Igreja Quadrangular, que como de costume acabou por tratar de algo comum hoje no meio religioso; na CONFUSÃO que existe entre o VERDADEIRO EVANGELHO PREGADO POR CRISTO e o NECESSÁRIO EVANGELHO PREGADO PELOS HOMENS, que tão efusivamente é proclamado pela boca dos que hoje intitulam a si mesmos “líderes”, “pastores”, “apóstolos” e etc., e que curiosamente é encontrado na própria Bíblia.

Apesar da pergunta ser destinada a uma direção (a afirmação religiosa de que o texto em João 10:10 diz respeito a satanás) ela também levanta outra questão na qual (assim o irmão eu também defendo) é proposta por Cristo uma IGUALDADE ENTRE TODOS, sem HIERARQUIAS; enquanto que ao homem tal hierarquia (no meio religioso) é por demais necessária e defendida a “unhas e dentes”.

Em primeira instância nosso amigo pastor fez uso do texto contido em Efésios 4:11 no qual (segundo Paulo) Cristo “deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores”. Como escrevi anteriormente, na própria Bíblia encontramos questões que mesmo escritas por homens “de Deus” muitas vezes contradizem (de forma curiosa) todo ensinamento de Cristo.

Vamos analisar a questão HIERÁRQUICA partindo de um ângulo externo e depois retornar a Bíblia.

“Na escola de Cristo NÃO HÁ reis, políticos, intelectuais, iletrados, moralistas e imorais. TODOS são apenas o que sempre foram, ou seja, SERES HUMANOS. NINGUÉM esta um milímetro acima ou abaixo de ninguém. TODOS possuem uma relação fraternal de IGUALDADE. Suas biografias evidenciam de forma clara que Jesus CRITICAVA CONTUNDENTEMENTE QUALQUER TIPO DE DISCRIMINAÇÃO. Em seu projeto TODOS POSSUEM A MESMA DIGNIDADE, NÃO HÁ HIERARQUIA.” Augusto Cury (ANÁLISE DA INTELIGÊNCIA DE CRISTO - O Mestre dos Mestres Vol 1 – Pag 106) - O Sr. Augusto Cury é (para quem não conhece), psiquiatra, psicoterapeuta, escritor e cientista brasileiro, além de ser o diretor da Academia da Inteligência no Brasil.

Já seria curioso SOMENTE POR ISSO, verificar que um elemento EXTERNO ao sistema religioso atual consiga ver CLARAMENTE que Cristo sempre promulgou a UNIDADE e a IGUALDADE entre todos. DEIXANDO SEMPRE CLARO que havia apenas UM MESTRE E UM SENHOR, a saber, ele mesmo e Deus. Tais “ensinamentos escritos” são PRINCIPALMENTE visíveis nos textos:
(Mateus 12:46-50) – (Mateus 23:1-11) – (João 17:21-23) – (Apocalipse 1:5-6)
LEMBRANDO o início do texto em apocalipse que diz:
(Apocalipse 1:1) - REVELAÇÃO DE JESUS CRISTO, a qual Deus lhe deu, para mostrar aos seus servos as coisas que brevemente devem acontecer; E PELO SEU ANJO AS ENVIOU, E AS NOTIFICOU A JOÃO seu servo;
Esclarecendo que foram revelações DE CRISTO que foram NOTIFICADAS A JOÃO, e não basicamente (como muito religiosos apregoam) REVELAÇÕES feitas a João. Existe uma distinção e qualquer pessoa culta sabe entender esta diferença.
Então com base nos textos extraídos dos EVANGELHOS (e é importante frisar isso) somados ao texto em Apocalipse, identificamos com Cristo propõe uma condição de IGUALDADE entre TODOS OS SERES HUMANOS, quando vindo por meio dele o fim do sacerdócio Levítico (Hebreus 7:11) TODOS ENTÃO TORNAM-SE SACERDOTES DIANTE DE DEUS (Apocalipse 1:6) estabelecendo-se como SUMO SACERDOTE o próprio Jesus Cristo (Hebreus 9:11).

É claro que por muitos esta condição não foi aceita, o que é evidenciado até mesmo no texto em Efésios 4:11. Importante lembrar que Paulo (antes Saulo) era membro do partido ZELOTE cujos componentes eram conhecidos por seu “extremo” ZELO e Lei Mosaica. Não é de se admirar que assim sendo, mesmo em uma NOVA compreensão das coisas por meio de Cristo, Paulo tenha mantido certos “hábitos”, como a ADMIRAÇÃO pelo contexto HIERÁRQUICO administrativo.
Então Paulo errou? Certamente argumentarão os religiosos.
Não, diria eu.
Mas manifestou SEU PRÓPRIO ENTENDIMENTO basicamente atribuindo-o a uma ordem como vinda de Cristo (assim como muitos fazem até os dias de hoje), pois sejamos francos... Porque haveria Cristo de ensinar tanto sobre IGUALDADE e logo adiante DIZER A PAULO que era necessário estabelecer CARGOS ou FUNÇÕES na missão do evangelho?
Há uma enorme FALTA DE LÓGICA em tal comportamento. 

No tocante ao “templo” também temos os seguintes ensinamentos oriundos de textos contidos na Bíblia (como a conhecemos):
(Mateus 12:5-6 / 18:20 / 24:1) – (Marcos 14:58) – (João 14:17) – (Atos 7:48 / 14:24) – (I Coríntios 3:16 / 6:19) – (II Coríntios 3:3) – (Hebreus 3:6).
EM TODOS ESTES TEXTOS nos é dado o ensino CLARO que em Cristo ocorre o fim do TEMPLO PEDRA e inicia-se o templo vivo, habitação do Espírito que se manifesta por meio da nossa prática dos ensinamentos de Cristo, condição EVINDENCIADA DE FORMA CLARA em
(Hebreus 3:6) - Mas Cristo, como Filho, SOBRE A SUA PRÓPRIA CASA; A QUAL CASA SOMOS NÓS (...)
Onde nos é apresentada a igreja viva e verdadeira que DEVE existir em cada um de nós.
Devo fazer também uma pequena ressalva na colocação do pastor sobre a alegação de que: “(...) o Espírito santo foi derramado DENTRO DO TEMPLO no dia de pentecostes?” (acesse o FACEBOOK nos adicione e participe do nosso grupo de debate) ACREDITANDO que tal frase foi feita sobre uma suposição, HAJA VISTA, que na Bíblia (tradução de João Ferreira de Almeida) o texto em si diz o seguinte:
(Atos 2:1) - E, CUMPRINDO-SE o dia de Pentecostes, ESTAVAM TODOS CONCORDEMENTE NO MESMO LUGAR; (Atos 2:2) - E de repente veio do céu um som, como de um vento veemente e impetuoso, e encheu TODA A CASA em que estavam assentados.
TODOS NO MESMO LUGAR e o lugar tratava-se simplesmente de uma CASA, o que até entra em concordância com um dos ensinamentos de Cristo:
(Mateus 18:20) - Porque, ONDE ESTIVEREM DOIS OU TRÊS REUNIDOS EM MEU NOME, AÍ ESTOU EU NO MEIO DELES.
Na minha casa, na varanda, na praça, no pátio da escola na hora do intervalo, no local do trabalho em pequenos momentos em que surjam as oportunidades, na fila do banco, no ônibus... AONDE EXISTIR UMA OPORTUNIDADE que seja usada para se pregar a palavra e os ensinamentos de Cristo, ali ele estará. O IDE nos propõe aproveitar as OPORTUNIDADES que possam surgir para pregar o evangelho e testemunhar Cristo em nossas vidas, porém NÃO HÁ NO NOVO TESTAMENTE NENHUMA ALEGAÇÃO POR MENOR QUE SEJA QUE ME ESTIMULE A CONSTRUIR IGREJAS. CONGREGAR é unir um grupo para assim praticar a COMUNHÃO que significa UNIÃO NA MESMA FÉ. CONGREGAR SEM OBJETIVO É AJUNTAMENTO e ajuntamento não edifica. E tem igreja instituída por ai que mais parece clube social do que qualquer outra coisa.

MEU pastor é Cristo, MEU braseiro é Cristo, MEU mestre é Cristo, EU SOU A IGREJA e como tal busco vivê-la onde eu estiver presente.
CONGREGO a todo o momento, seja com um, dois, três ou quantos tantos estiveram DISPOSTOS a ouvir aquilo que tenho a dizer, pois ao falar falo de Cristo e sei que ali ele se faz presente.
NÃO necessito de rótulos denominacionais, NÃO necessito de ritos, dogmas, tradições, correntes, campanhas e etc. pois sou liberto em Cristo.
Busco ter COMPORTAMENTO, dar testemunho, ser vigilante, praticar, estudar e DAR DE GRAÇA TUDO AQUILO QUE RECEBI DE GRAÇA, não transformando meu conhecimento em um MEIO de obter vantagens financeiras, pois creio através dos ensinamentos de Cristo que o valor pelo meu trabalho e dedicação já foi pago por Cristo em seu sacrifico feito por amor a minha vida.
Tenho os EVANGELHOS por base e tudo aquilo que CONTRADIZ o que me é ensinado por Cristo, seja ANTES ou DEPOIS dele, é algo que me desperta a desconfiança e o estudo. Eu vivo o evangelho de Cristo e não o evangelho dos homens.

Termino com uma interessante citação que me levou a muita reflexão, acrescida de dois ensinamentos de Cristo:
“NO INÍCIO, A IGREJA ERA UM GRUPO DE HOMENS CENTRADOS NO CRISTO VIVO. Então, a igreja chegou à Grécia e tornou-se uma filosofia. Depois, CHEGOU A ROMA E TORNOU-SE UMA INSTITUIÇÃO. Em seguida, à Europa e tornou-se uma cultura. E, FINALMENTE, CHEGOU À AMÉRICA, E TORNOU-SE UM NEGÓCIO.” (Pastor americano Richard C. Halverson (1916-1995))

(Mateus 23:11) - O maior dentre vós será vosso servo. (Mateus 23:12) - E O QUE A SI MESMO SE EXALTAR SERÁ HUMILHADO; E O QUE A SI MESMO SE HUMILHAR SERÁ EXALTADO.

(Lucas 16:15) -  E disse-lhes: VÓS SOIS OS QUE VOS JUSTIFICAIS A VÓS MESMOS DIANTE DOS HOMENS, mas Deus conhece os vossos corações, porque O QUE ENTRE OS HOMENS É ELEVADO, PERANTE DEUS É ABOMINAÇÃO.
-
“VÓS SOIS OS QUE VOS JUSTIFICAIS A VÓS MESMOS DIANTE DOS HOMENS”...

Reflita sobre isso!

Marcus VP Moreira
19:30 - 27/05/2012

NA PRESENÇA DE DEUS



Lembrei-me que muitos ao orar dizem: “Senhor, Entramos agora em tua presença...” e pensei comigo mesmo. Será que só neste momento entramos na presença de Deus?
Certamente que não.
Eu entro na presença de Deus ao acordar e levantar da cama pela manha. Deus tem que estar presente em minha vida e eu estar ligado a ele em oração a TODO O MOMENTO.
VIGILANTE, esta é a palavra.
Ao acordar eu devo agradecer a ele por minha vida.
Beijar minha esposa (se casado for) e reconhecer que ela é parte inseparável de mim e honrá-la com todas as minhas atitudes durante mais este dia a ser vivido.
Estarei assim na presença de Deus.
Beijar e agradecer ao senhor por meus filhos (se filhos eu tiver), entendendo que um pai Cristão deve ser, além de um pai, um AMIGO de seus filhos, pois se assim eu não for, o mundo estará de braços abertos a recebê-los e disposto a tirá-los de mim e a tirá-los da presença de Deus. Então eu devo buscar ser um pai sábio nas decisões e atitudes relacionadas a eles.
Ir trabalhar (se dia de trabalho for), NÃO ME REVOLTANDO com o trânsito, com o barulho, se esta chovendo ou fazendo calor demais, se estou de carro ou de ônibus, se ainda não ganho o suficiente, se o trabalho não é aquele que eu queria ter. Mas sim buscando fazer cada momento deste dia uma ode de AGRADECIMENTO A DEUS por tudo aquilo que tenho, por menor que possa me parecer ser.
Estarei assim na presença de Deus.
Ser polido e respeitoso com meus superiores no trabalho. TRATAR COM RESPEITO, DIGNIDADE E JUSTIÇA os meus empregados ou subordinados.
Estarei assim na presença de Deus.
Quando estiver com outros a minha volta conversando, ter um CORRETO E VERDADEIRO COMPORTAMENTO CRISTÃO, sabendo sorrir e brincar sem que haja a necessidade de se proferir palavrões ou contando histórias que manchem um bom testemunho. Ter SABEDORIA para aproveitar os momentos (e eles surgirão) para dar bom EXEMPLO e ministrar os ensinamentos de Cristo as pessoas a minha volta, tornando a minha presença algo agradável as pessoas e não sendo aquele RELIGIOSO CHATO, que discrimina, faz acepções, julga e condena a todos por não pensarem igual e ele mesmo a todo o momento. Aproveitar cada OPORTUNIDADE que eu tiver para fazer o bem. Ter compaixão, ser misericordioso, ser justo, ser honesto, ser verdadeiro.
Estarei assim na presença de Deus.
Voltar pra minha casa feliz. Estar mais uma vez junto aos meus familiares cuidando da solidez desta instituição divina que é a família.
Ao deitar-me... Então me lembrarei de todo o meu dia e certamente irei sorrir, pois me darei conta que tive um dia feliz, no qual a todo o momento busquei evitar o pecado. Reconhecer que o mundo tentou de todas as formas me conduzir ao erro, mas que POR ESTAR CONSTANTEMENTE NA PRESENÇA DE DEUS, eu consegui mais um dia derrotar este leão.
Irei de forma simples e consciente agradecer a Deus por mais este dia, entendendo que NATURALMENTE estive vigilante e em oração por todo o dia, honrando a Senhor Jesus Cristo na prática dos seus ensinamentos, alegrando a Deus com meu comportamento e vigilância.
Dormir certo de que amanha será mais um dia com lutas e vitórias a serem conquistadas a cada momento.
Não faça de sua vida com Deus uma conduta SOLENE de ritualidades, meu irmão ou minha irmã, ESTEJA NA PRESENÇA DE DEUS A CADA INSTANTE DE SEU DIA.
E que Deus abençoe a todos.
-
Textos para sua reflexão:
(Isaías 1:13) – (Mateus 5:44 / 6:7-8 / 7:17-20 / 15:11) – (Tiago 4:7)

Marcus VP Moreira
11:43 - 05 mai 2012

COMUNHÃO, você precisa saber que...

Falamos sobre o que não vivemos. Este é o costumeiro ensinamento da religiosidade moderna. HOJE não sou mais ligado ao conceito “igreja instituída” e isso arrepia os cabelos dos religiosos que não conseguem viver se não for com o chapeuzinho da sua “denominação” sobre suas cabeças. Os argumentos são sempre interessantes:
A brasa longe do braseiro se apaga.
A igreja (mas quem disse que é a instituída) é o corpo de Cristo.
É preciso estar na COMUNHÃO.
O que é COMUNHÃO? Segundo o dicionário:
Comunhão: s.f. UNIÃO NA MESMA FÉ: comunhão dos fiéis. Fig. União no mesmo estado de espírito: estar em comunhão de idéias com outrem.
Vamos SEPARAR uma coisa da outra:
Ajuntamento: s.m. Ato ou efeito de ajuntar. Reunião, aglomeração de pessoas.
Reunir um grupo de pessoas (seja lá onde for) no qual cada um esteja pensando uma coisa diferente (normalmente ligada a interesse próprio) não é COMUNHÃO... É AJUNTAMENTO.
Cristo ensina:
(João 14:23) - Jesus respondeu, e disse-lhe: SE ALGUÉM ME AMA, GUARDARÁ A MINHA PALAVRA,
Se guardamos esta palavra, então seguimos seus ensinamentos. Se CADA UM DE NÓS SE REÚNE BUSCANDO APRENDER PARA ENTÃO PROMOVER A PRÁTICA DESTES ENSINAMENTOS, então verdadeiramente estamos em COMUNHÃO.
Mas ocorre que hoje as pessoas estão nas “igrejas” mais preocupadas com suas roupas, em “estar bonito(a) no dia do culto, em comprar um carro zero pra si mesmas, em arrumar um marido ou esposa, um namorado ou namorada, em conseguir um cargo legal na igreja, em fazer um curso de teologia pra depois ser pastor e não precisar acordar cedo pra “trabalhar”, em “pregar” uma palavra BONITA, para assim ser elogiado pelos irmãos (irmãos?), em construir uma nova igreja, em comprar um ar-condicionado ou poltronas novas, em comprar uma kombi pra igreja, e tudo mais ligado a materialidade... Estão tão independentes, pensando cada um em si mesmo que a proposta de Cristo fica esquecida.
E qual é a proposta de Cristo?
Pregue o evangelho (Mateus 10:6).
Cuide daqueles que necessitam (Mateus 25:34-45).
Ame ao próximo e até mesmo aqueles que te maltratam para assim dar exemplo de mim (Mateus 5:44).
Cristo não manda construir igrejas ele PEDE que preguemos os seus ensinamentos.
A fé vem pelo ouvir e a salvação pelo PRATICAR aquilo que se ouve.

Marcus VPM
11:27 - 15 abr 2012

APROVADO ou somente USADO. Quem é você?

A questão aplicada sobre a condição INSTRUMENTO por vezes (e como muitas outras coisas) nos é apresentada de modo confuso através da RELIGIÃO.
USADO ou APROVADO? Eis a questão...
Com base em textos bíblicos e em muita experiência de vida que adquiri nos meus ainda poucos 40 anos de vida, descobri que TODO APROVADO É USADO, mas que NEM TODO USADO É APROVADO.
Pense agora em um INSTRUMENTO.
A gama de produtos por detrás desta palavra é imensa. Temos instrumentos musicais (os mais conhecidos), temos os cirúrgicos e podemos citar aqui também uma classe de instrumentos também conhecidos por outra definição, as FERRAMENTAS.
Mas vamos juntos refletir sobra cada “classe” de instrumentos.
Os instrumentos MUSICAIS visam nos proporcionar alegria. São no geral bonitos e seu OBJETIVO principal é prover prazer para aqueles que o ouvem. São dedicados completamente aos seres vivos, pois a música proveniente deles (segundo os estudiosos) é capaz até mesmo de ser reconhecida e ser agradável para plantas (por exemplo).
Os instrumentos CIRÚGICOS (como bisturi, afastador, cânula e outros), são instrumentos NORMALMENTE usados com o objetivo de SALVAR ou PROPORCIONAR uma maior sobrevida humana.
Já a outra classe de instrumentos conhecida por FERRAMENTAS, são objetos utilizados para CONSTRUIR ou RECONSTRUIR (reformar) alguma outra, seja ele qual for.
Entre os instrumentos cirúrgicos e as ferramentas existe uma interessante “cumplicidade” (digamos assim), pois em muito se assemelham em objetivo e alguns em particular (como a tesoura, por exemplo) podem ser usados tanto na condição de instrumento cirúrgico como na condição de simples ferramentas. No entanto, os instrumentos musicais têm sua particulariedade mantida e bem definida, o que não permite seu uso para outro fim que não seja aquele específico a sua condição.
Ou você já viu algum médico usar um trombone para abrir um paciente ou um carpinteiro “martelar” uma gaveta com uma flauta?
---
(Mateus 15:8) - ESTE POVO SE APROXIMA DE MIM COM A SUA BOCA E ME HONRA COM OS SEUS LÁBIOS, MAS O SEU CORAÇÃO ESTÁ LONGE DE MIM.
---
Vejo muitas pessoas hoje como INSTRUMENTOS MUSICAIS diante de Cristo. São bonitas, sempre bem vestidas e NA IGREJA buscam de todos os meios agradar a todos DO SEU GRUPO e que estão A SUA VOLTA. Não vou generalizar, até porque sei que muitos ainda estão confusos em suas escolhas e objetivos, mas na MAIORIA das vezes é esta a visão que tenho. O fruto de um instrumento é o som, um instrumento usado em uma igreja (normalmente) não seria usado pra tocar um “ponto de macumba” (nome popular), este fruto, este som, de certo na ocasião em que “tocado”, será ouvido DENTRO da igreja instituída da mesma forma que fora dela. Mas reflita comigo... Quantos “instrumentos” seres vivos musicais tocam tão lindamente dentro da igreja, mas fora dela “desafinam” com a mesma facilidade; Não é verdade?
Agora vamos criar uma separação entre o NECESSÁRIO e AQUILO QUE EU QUERO.
Que tipo de instrumento você quer ser diante de Deus?
---
(Marcos 2:17) - Os sãos não necessitam de médico, MAS, SIM, OS QUE ESTÃO DOENTES (...)
---
DOENTES é a palavra. E se pensamos em doentes neste texto, podemos fazer uma “ligação” com os instrumentos CIRÚRGICOS e até com as FERRAMENTAS, mas não com os belos instrumentos musicais.
É certo que os aficionados poderão pensar:
“- Mas Davi usou a harpa pra afugentar o espírito maligno de Saul.”
Esta seria clássica.
Mas não falamos de antigo e sim de NOVO TESTAMENTO, nova aliança, nova vida COM CRISTO regrada pela palavra de Deus proveniente de sua boca (Hebreus 1:1). E para aqueles que insistem em dizer que Cristo NÃO ABOLIU O ANTIGO TESTAMENTO vai um texto para reflexão:
---
(II Corintios 3:14) - Mas os seus sentidos foram endurecidos; porque até hoje O MESMO VÉU ESTÁ POR LEVANTAR NA LIÇÃO DO VELHO TESTAMENTO, O QUAL FOI POR CRISTO ABOLIDO;
---
Resumindo este ponto... Tocar uma “moda de viola” não irá fazer de você um cristão DIANTE DE DEUS, ainda que possa te fazer diante dos homens.

Cristo não veio para os sãos e sim para os doentes. Cristo não espera que você seja um “representante” dele nesta terra somente dentro das quatro paredes de sua igreja instituída. Cristo quer EXEMPLOS a serem seguidos e provenientes de um exemplo maior que foi ele próprio.
Mas vamos ser sinceros...
Quem gosta de ser “operado”?
Quem gosta de tomar uma “martelada” pra conserto?
Se você entrar em uma igreja com um violão debaixo do braço, todo mundo vai achar bonito. De certo se você entrar com um bisturi, um martelo ou um serrote, quem não correr vai ficar muito assustado.
Assim foi Cristo.
Um instrumento cirúrgico enviado para OPERAR na doença dos seres humanos. Uma FERRAMENTA aplicada em uma correção. Porém, como é de praxe; foi usado quando necessário e DESCARTADO quando conveniente.
Observe o cuidado que um músico tem com seu instrumento, já viu algum médico ter tanto “carinho” assim com uma pinça, por exemplo?
Eu já quis ser músico e reconheço que esse caminho é agradável. Você esta sempre cercado das pessoas e é sempre considerado boa companhia principalmente para aqueles que vêem no evangelho apenas uma música bonita. Hoje entendo que o que importa pra Deus é ser médico que busca levar as pessoas A CURA DA ALMA e não a do físico (tão valorizado pelo movimento religioso atual).
Eu NECESSITO me apresentar diante de Deus APROVADO, para assim ser USADO como instrumento de exemplo e correção.

Se TODOS aqueles que se dizem cristãos hoje fossem músicos (instrumentos musicais), nós teríamos uma banda maravilhosa, disso não tenho dúvidas. No entanto o mundo seria o mesmo que ele é hoje, com seus conflitos, guerras e discordâncias.
Mas se TODOS aqueles que se dizem cristãos fossem INSTRUMENTOS CIRÚRGICOS ou FERRAMENTAS DE CONSERTO, seguindo assim o exemplo de Cristo desde sua morte e ressurreição. Dedicando-se a tratar dos doentes DA ALMA; não teríamos depressivos, não teríamos bipolares, não teríamos muitas doenças psicológicas e DE CERTO muitas físicas, até porque estaríamos trabalhando VERDADEIRAMENTE A COMUNHÃO (e não o ajuntamento), aplicando assim o que Cristo ensina em João 17 sobre a PERFEIÇÃO NA UNIDADE.

Que tipo de instrumento você quer ser diante de Deus?
Reflita sobre isso...

Marcus VP Moreira
09:25 - 14 mar 2012

Coisas de "crenti" (com I mesmo)

Por Franklin Rosa

“Irmãos, não sejais meninos no entendimento, mas sede meninos na malícia, e adultos no entendimento” – 1ª Coríntios cap. 14 vs. 20

O tal do crente é um bicho esquisito cheio de cacoetes e sandices! Sei que alguns vão me rotular como sensacionalista, despeitado, amargurado, enfim e afins, mas o que faço são apenas constatações da realidade e do que aí está instalado e escancarado como contradição e chocarrice ao Evangelho.

A minha intenção é fazer uma catalogação concisa, divertida e reflexiva das bizarrices da ambiência gospel, com o conteúdo daquilo que eu mesmo já pratiquei, e também do que tenho visto e ouvido. Aí vão elas…

Coisas de crente…

Soltar no comércio o famoso “CHEQUINHO ESCATOLÓGICO” (EM BREVE VOLTARÁ), na fé e esperança de que: “O meu Deus suprirá todas as minhas necessidades e safadezas também em CRI$TUTU GÉ$UI$!”.

Dizimar e ofertar achando que a doação se transformará em título de capitalização e apólice de seguro (O Mandrake Divino multiplicará e repreenderá o capeta migrador, cortador, furador “de pneu de carro”, o capeta “gripeiro”, aquele que coloca gripe nos crentes, o capeta rasgador de cueca, etc.).

Abrir lojinha de “MODA EVANGÉLICA” e escrever na placa: “DEUS É FIEL!”. Temos modelos para todos os estilos (Será que tem saia, calça e camisa social pra Heavy Metal, Gótico, Emo e demais tribos também?!).

Abrir lojinha de “SEX SHOP” (É! isso é coisa de crente! Sem “GOZAÇÃO” heim…) e escrever no cartão de visita: “Deus seja louvado!”.

Adesivar o carro com a frase: “PROPRIEDADE EXCLUSIVA DE JESUS”, e não colocá-lo a serviço do Reino de Jesus (Dar carona na saída da igreja para aquela irmã sarada de 180 kilos com aqueles mulekes esfregando ranho no estofado do meu possante? JAMÉ!).

Dar entrevista na televisão, e arrematar as interlocuções do repórter com um caloroso “GLÓRIA A DEUS, ALÉLUIA GÉZUIS! CHUPAXITABALAHALLS”.

Fazer festa de casamento ou aniversário com pluralidade de convidados, e só servir refrigerante e tocar música evangélica sem direito a uma boa dança e um rala buxo (Pode existir coisa mais chata e sem noção que essa?!).

Evangelizar na praia de terno e gravata com o rosto voltado para o horizonte, para não cair na tentação de desviar os olhares para os “ATRIBUTOS FEMININOS EM EXPOSIÇÃO”.UUUIIII!!!

Pasme! Usar vaso sanitário e estender as mãos em direção ao dito cujo, suplicando ao Senhor para santificá-lo (Será que o papel higiênico pode se redimir também depois de usado?!)

Pasme outra vez! Dizer para o enfermo do coração: “Você precisa ter fé e abandonar todos esses medicamentos!”, e um mês depois o desafortunado falecer de um infarto fulminante (Se fosse eu, viria todas as noites assombrar o infeliz do crente!).

Jogar bola no churrasco da Igreja com a barra da calça dobrada, combinando com camisa e sapato social (Sugestão para uniforme da seleção mega-brega brasileira da copa de 2014).

Fazer “CANTINA NA IGREJA” (Noite da pizza, do pastel, do sorvete, da panqueca, etc.) para sustentar os missionários no campo (Se o missionário fosse eu, devolveria a esmola com a seguinte frase: manda a tua mãe aqui no meu lugar Tio Patinhas Gospel!).

Fazer oração e ministração personalizada no dia da “SANTA CEIA” para todos os dizimistas e ofertantes fiéis (Me ajuda AÊ Ô! Chama o Datena A ROTA E O BOPE pra essa cambada de pilantra gospel!).

Comer “MIOJO-LÁMEN” ou “LANCHE DE MORTADELA”, acompanhado de “TURBAÍNA” ou refrigerante “DOLLY” no almoço do domingo, por conta do tempo absorvido/perdido na escola bíblica dominical (Até o filho pródigo se sentiria o rei da cocada preta depois de um cardápio desse!).

Comprar DVD pirata do Diante do Trono com direito a unção do leão para evangelizar os parentes, amigos e vizinhos, depois levá-los numa reunião do Benny Hinn pra tomar um passe “PEDALA ROBINHO” e saírem descarregados de toda mandinga e olho gordo (Ou a galera se converte, ou pira na maionese de vez!).

Dar o “DÍZIMO SAGRADO” fielmente na igreja, e dar o “CALOTE SANTO” na conta de água, luz, telefone e no dinheiro emprestado do banco (Vai ser nó cego assim lá nos cafundó!).

Fazer visita de oração em lar desajustado, e metralhar profecias dizendo que tem capeta em baixo da cama, dentro do guarda roupa, na chapinha de alisar cabelo e no lençol com desenhos da DISNEY (Help me Ghostbusters e Valdemiro Santiago!)

Receber profecia de gravidez que o futuro bebê será o “Isaque”, o filho da promessa, e depois de nove meses o “CUTI-CUTI” nascer “Rebeca” com o quartinho todo “azulzinho” decorado com o Ben 10! (Eu esfregava a fuça do profeta na fraldinha suja do “CUTI-CUTI”).

E pra finalizar, se não todo tempo e livro do mundo seriam insuficientes para catalogar a diversidade e multiplicidade da criatividade da “CRENTOLÂNDIA”:

Manter o corpo da falecida esposa na geladeira do IML por um mês, para se dedicar a um período de oração com a esperança de ressurreição! (Casos de Família! Morra Abraão de dor de cotovelo com essa “fézinha” mequetréfe sua!).

***
Franklin Rosa foi liberto do gospelismo e agora ajuda a alertar a galera com seus textos subversivos no Púlpito Crisão


***
Marcus VP Moreira
09:49 - 13 mar 2012

PAGÃOZINHO??? De jeito algum...

Por vícios religiosos ou hábitos antigos, nos limitamos a ver somente aquilo que determinadas linhas doutrinárias querem que vejamos ou vemos somente aquilo que ESCOLHEMOS ver.

A igreja protestante atual nada mais é do que uma DISSIDÊNCIA do catolicismo, e como tal, traz heranças de sua “progenitora” nas suas práticas e entendimentos.

Linhas teológicas crêem (e eu também) que o ser humano é TRICOTÔMICO, ou seja, dotado de CORPO, ALMA e ESPÍRITO. Porém certo Irineu (Bispo de Lião) divulgou a idéia da DICOTOMIA, ou seja, o homem era portador apenas de corpo e alma e APÓS confessar sua fé GANHARIA então o Espírito.

É fácil ver que linhas denominacionais protestantes (principalmente as pentecostais) crêem na mesma idéia, de que ANTES DE CRISTO o Espírito de Deus não habita o corpo do homem.

Tal ideologia no catolicismo criou de forma contraditória a NECESSIDADE de se promover (por exemplo) o batismo em crianças, definindo que sem o ritual do batismo haveria a possibilidade de uma criança (sem o batismo) morrer pagã, assim contrariando COMPLETAMENTE o que

Você tem filhos?

Quando foi comprar aquela primeira roupinha para seu bebê lembra-se do “nome” da roupa?

PAGÃOZINHO, não é assim que chamam esta primeira roupinha de bebê?

Cristo ensina:
(Lucas 18:16) - Mas Jesus, chamando-os para si, disse: Deixai vir a mim os meninos, e não os impeçais, porque DOS TAIS É O REINO DE DEUS.

Mas se nascemos pecadores e sem o Espírito de Deus como apregoam os teólogos católicos e os pentecostais (observem o parentesco nos costumes) e Cristo ensina que das crianças é o Reino de Deus, como seria o entendimento correto para a questão?

Nascemos e temos o Espírito conosco, pois se morremos vamos para o reino de Deus (Lucas 18:16) e com o tempo o Espírito sai para depois retornar?

Ou como PAGÃOS (mesmo crianças) teremos acesso ao reino de Deus?

Seria ESTE o entendimento correto?

Creio que por mais incorreto que seja ele é NECESSÁRIA para que linhas doutrinárias TOMEM PARA SI MESMAS a administração do poder de Deus. Isso é uma prática do catolicismo que vem sendo seguida a risca pelas linhas protestantes.

Muitos são ligados a palavra espírito com e maiúsculo ou minúsculo crendo que o que difere “ser de Deus” ou não é uma caixa alta aplicada na palavra. Seria ESTE ENTÃO O CORRETO ENTENDIMENTO, visto que em hebraico a palavra espírito nem sequer existia nos textos originais?

Em hebraico original a palavra espírito é reconhecida pelo mais próximo em português como vento ou “assopro”. Em Gênesis 2:7 Deus ASSOPRA a vida e o homem foi feito ALMA VIVENTE. Neste texto temos CORPO E ALMA VIVENTE, haveria a ausência do Espírito de Deus?

Este homem, no entanto erra diante de Deus e adiante sofre as conseqüências disso, entre elas a que esta descrita em Gênesis 6:3
(Gênesis 6:3) - Então disse o SENHOR: Não contenderá o meu Espírito para sempre com o homem; porque ele também é carne; (...)
Observamos o detalhe que (para aqueles que se prendem) Espírito está com letra maiúscula, definindo-se então ser o ESPÍRITO DE DEUS.
Mas não havia nem Cristo e nem pentecostes em Gênesis então o que fazia junto ao homem o Espírito de Deus?

No livro de Eclesiastes Salomão também nos deixa algo para reflexão:
(Eclesiastes 12:1) - LEMBRA-TE também do teu Criador NOS DIAS DA TUA MOCIDADE, antes que venham os maus dias, e cheguem os anos dos quais venhas a dizer: Não tenho neles contentamento;
-
(Eclesiastes 12:6) - Antes que se rompa o cordão de prata, e se quebre o copo de ouro, e se despedace o cântaro junto à fonte, e se quebre a roda junto ao poço, (Eclesiastes 12:7) - E O PÓ VOLTE À TERRA, COMO O ERA, E O ESPÍRITO VOLTE A DEUS, QUE O DEU.
PÓ (CARNE) volte a terra e o ESPÍRITO volte a Deus que o deu.
Onde estará a alma?
De que espírito falava Salomão?
Observe que ele convida as pessoas a voltarem-se para Deus antes do final de seus dias, ANTES que o fim chegasse, que a carne voltasse ao pó e o espírito voltasse a Deus.
Mas porque voltar a Deus se ele não deveria estar lá?

Já ouviu aquela voz em sua cabeça que muitos chamam de CONSCIÊNCIA, que lhe convida a fazer as escolhas certas, tomar as decisões corretas e que sempre lhe lembra que isso ou aquilo que por algum motivo você deseja fazer é errado?

Já ouviu esta voz?

Por estudo e prática da palavra eu creio firmemente que nascemos TRICOTÔMICOS e que o espírito que habita em nosso corpo e nos dá esta vida física é o Espírito de Deus. Que por ignorância na herança do pecado escolhemos NÃO DAR OUVIDOS A ELE, ainda que ele se comunique conosco (o que chamamos de consciência). Uma vez que RECONHECEMOS A CRISTO e PASSAMOS ENTÃO A SEGUIR (PRATICAR) ESTES ENSINAMENTOS, o mesmo Espírito (que já habitava em nós) passa a TESTIFICAR esta prática.

Ao morrer... A carne volta ao pó, o Espírito volta a Deus e a alma terá seu destino traçado conforme nossas atitudes em vida carnal.

Talvez até você ainda creia que seu filho nasceu ou nascerá PAGÃO... O meu não. O meu filho pertence a Deus. Talvez ao crescer e por escolha, ele poderá até se distanciar dele, mas o ESPÍRITO SANTO de DEUS estará sempre habitando nele e convidando-o para retornar aos braços do pai por meio de Cristo.

Assim como ele fez comigo.

Que Deus abençoe a todos.

Marcus VP Moreira
11:24 - 05 mar 2012

Qual "Deus" é o seu?

Sempre confusos estão os conceitos religiosos frente à vontade de Deus contida na Bíblia.

Já parou para refletir na idéia lançada na mente dos descrentes frente à apresentação no Antigo Testamento de um Deus que mata conforme lhe é conveniente, mas que já no Novo testamento por meio de seu filho prega o amor, o perdão e a misericórdia?

Este é o Deus apresentado ao mundo pelos religiosos... Um Deus de CONFUSÃO, que em certo momento convida a guerra e a destruição e que em outro convida a paz.

Sabemos que as cruzadas cristãs e a “santa” inquisição promulgada pela igreja católica nos tempos de sua soberania política também MATARAM MUITAS PESSOAS EM NOME DE DEUS, Estariam eles tão certos quanto Moisés esteve em seu tempo?

Me responda você que se diz Cristão... Como reagiria se sua vida ou de algum de seus familiares corresse algum tipo de “risco”, mas com uma condição aberta a uma reação de sua parte.
Confiaria no Senhor ou MATARIA seu possível agressor, pondo POSTERIORMENTE a conta deste SEU ATO em Deus?
Não estaria fazendo muito diferente em relação ao que muitos fizeram na história.

Aprendo com Cristo a perdoar (Marcos 11:25) a amar (Lucas 6:27)a NÃO REAGIR (Mateus 5:39) e a EMBANHAR A MINHA ESPADA (Mateus 26:52)... E ESTE É MEU DEUS, um Deus de amor, compaixão e misericórdia, que AMA OS PECADORES, MAS ABOMINA O PECADO. E como um Deus que AMA O PECADOR por CONVENIÊNCIA simplesmente decide matá-lo?

Não há lógica em tal comportamento e Deus não é movido por EMOÇÃO. Como Espírito e ser superior que ele é, Deus é movido por LEGALIDADE e não por CONVENIÊNCIA.
Uma vez que ele determine NÃO MATARÁS não poderia ele tomar outro caminho em sua própria DETERMINAÇÃO.

(Mateus 12:25) - (...) TODO O REINO DIVIDIDO CONTRA SI MESMO É DEVASTADO; e toda a cidade, ou casa, dividida contra si mesma não subsistirá.

Não há espaço para contrariedade na palavra perfeita de Deus que infelizmente ainda é MUITO corrompida pelo homem.

Reflita a fundo nestas palavras CONFRONTANDO-AS COM OS ENSINAMENTOS DE CRISTO. De certo seu espírito testificará algo contrário ao que o entendimento RELIGIOSO plantou em seu coração.

Decida se seu Deus é aquele que lhe é apresentado por meio de Cristo ou aquele que existiu a ainda vive conforme a CONVENIÊNCIA dos homens.

Marcus VP Moreira
08:16 - 21 fev 2012

A CORAGEM de DIZER NÃO


A foto foi tirada em Hamburgo em 1936, durante as comemorações para o lançamento de um navio.

No canto superior direito da imagem (com um círculo em volta), você OBSERVARÁ que uma pessoa se recusa a levantar o braço para dar a saudação nazista.

O homem era August Landmesser.

Ele já havia tido problemas com as autoridades, tendo sido condenado a dois anos de trabalho duro para se casar com uma mulher judia.

Sabemos pouca coisa sobre August Landmesser, exceto que ele teve dois filhos. Por puro acaso, um de seus filhos reconheceu seu pai na foto, quando foi publicado em um jornal alemão em 1991.

Como seu filho deve ter ficado orgulhoso neste momento.

Por Senrinomichi

Imagem OPORTUNAMENTE publicada no Facebook e trazida a este BLOG junto com o texto pertinente.

É preciso CORAGEM para DIZER NÃO, nas horas certas.

Pense nisso, você que se diz Cristão mas que "levanta a mão" para os erros da vida.

Marcus VP Moreira
22:00 - 06 fev 2012

Convidar a PAZ agora é ato de COVARDIA

Bahia teve mais de cem homicídios durante greve da PM, diz secretaria

Governo não confirmou o número exato de mortes nas últimas 24 horas. Sistema que alimenta o site oficial está fora do ar desde segunda, diz SSP.

Passa de cem o número de homicídios ocorridos durante a greve dos policiais militares em Salvador e região metropolitana iniciada há oito dias, segundo informações confirmadas nesta terça-feira (7) pela Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA). Segundo a Secretaria, entretanto, não há informação precisa sobre o número total de homicídios registrados nas últimas 24 horas porque o sistema do site oficial, onde são inseridas as ocorrências, está fora do ar desde a manhã de segunda-feira (6). Por conta disso, detalhes como local e horário do crime, além do sexo das vítimas, também não podem ser acessados.

Até a manhã de segunda-feira, sétimo dia de paralisação, os dados do governo apontavam 93 casos de mortes no período. Durante os seis dias primeiros de greve, o número de homicídios em Salvador e região metropolitana aumentou 129% em comparação ao mesmo período da semana anterior.

De acordo com a Central de Telecomunicações das Polícias Civil e Militar (Centel), setor que centraliza as ocorrências repassadas por diversas unidades de polícias, o último caso foi registrado às 4h49 de segunda-feira (6), referente a um homicídio ocorrido em Camaçari. A Centel informa que está sendo realizado um levantamento manual esta manhã, porém não há previsão de término.


-------------------------------------------------

Como CRISTÃO e providencialmente cidadão enquadrado na "categoria" de Servidor Público, mais precisamente na de Policial Militar, não pude deixar de estar atento as notícias e acompanhar as CONSEQÜÊNCIAS do movimento grevista dos policiais no estado da Bahia.
COMO CRISTÃO, observei que os RESULTADOS certamente devem ser aqueles que interessam aos envolvidos na greve, pessoas sendo assassinadas, furtos, roubos, desordem, baderna e por ai segue-se adiante, porém DE CERTO, tais resultados não agradam de nada a Deus.
Você acredita em Deus?
Se acredita porque não confia na providência dele em sua vida?

(Salmos 20:7) - Uns confiam em carros e outros em cavalos, mas nós faremos menção do nome do SENHOR nosso Deus.

Publiquei então um artigo convidando estes que "se dizem" Cristãos e são policiais militares a refletirem sobre aquilo que IMPORTA PARA DEUS e não para os homens, e que de certo pode contrariar muitos interesses próprios.
Como de costume e através do e-mail do projeto
Até esperei que certos colegas de profissão não concordassem porém me ESPANTEI quando uma pessoa que define a si mesma como "cristã" me enviou um e-mail acusando-me de "covarde".
Não me espantei no tocante a confusão cristã-religiosa, uma vez que não existe melhor acusador do que os amantes da RELIGIOSIDADE. Porém me espantou o fato de que toda a publicação anterior apenas convida as pessoas que DIZEM CRER EM DEUS a paz.
Será que o que ela quer ver neste estado é algo semelhante a matéria citada no início desta publicação?
Será que se durante tal movimento (que certamente irá deflagrar aqui no Rio o mesmo que ocorre na Bahia se não for finalizado rapidamente) algum parente ou conhecido(a) desta pessoa for uma VÍTIMA relacionada ao fato em si, ela permanecerá feliz e alegre?

Se os professores declararem GREVE você poderá ficar burro.
Se os motoristas de ônibus declararem GREVE, você poderá ficar a pé.

Se a POLICIA declarar GREVE, você pode morrer.

E creia... Muitos estão contando com isso a fim de alcançar seus objetivos.

Ao comentar o e-mail desta pessoa, com o amigo Josué (Ilha do Governador) que aos meus olhos não é mais um RELIGIOSO mas sim alguém que busca como eu ser um Cristão, foi feita por ele uma interessante (e inteligente) colocação:
“pelo o que entendi, tem q ser por força e violência, se for pela palavra, é covardia.”

(Lucas 6:22) - BEM-AVENTURADOS SEREIS quando os homens vos odiarem e quando vos separarem, e vos injuriarem, e rejeitarem o vosso nome como mau, por causa do filho do homem.

Amém

Marcus VP Moreira
15:50 - 07 fev 2012

Mensagem ao Cristão policial

Estamos as portas de uma ação intitulada GREVE GERAL (10/02/2012), o resultado conflitante da queda de braço do contingente de uma instituição (aqui citada, a Policia Militar do Estado do Rio de Janeiro) com seu governo e seu comando.
Não vou falar sobre motivos ou sobre quem esta certo ou errado, meu foco não é a questão trabalhista, salarial, humana ou política, meu foco é o MEU (e o seu) RELACIONAMENTO PARA COM DEUS.

Por isso convido você, CRISTÃO (que é policial), a simplesmente refletir.

Tenho acompanhado pela imprensa televisiva e pela internet as conseqüências do mesmo movimento que se desencadeou no estado da Bahia e os FRUTOS de toda esta ação não deixam meu coração tranqüilo. Mortes, arrastões, vandalismos, pessoas (grevistas) presos ou com prisões decretadas, exército nas ruas, tiros de balas de borracha contra os grevistas uma queda de braço sem data pra acabar e com final imprevisível.

Sou homem, pai de família, cristão, policial militar... Qual seria a ORDEM CORRETA a ser aplicada sobre estas condições?

Para quem CRÊ vou deixar um entendimento que provém dos ensinamentos de Deus. Quando Deus envia seu filho ao mundo para o sacrífico, havia nisto um propósito (dentre muitos), o de prover o RESGATE daqueles que se encontravam perdidos em meio as maldições:

(Gálatas 3:13) - CRISTO NOS RESGATOU DA MALDIÇÃO DA LEI, fazendo-se maldição por nós; (...)

Como "RESGATADOS" que somos DEVERÍAMOS então agir conforme SEUS ENSINAMENTOS e não conforme nossas vontades:

(João 14:21) - Aquele que TEM OS MEUS MANDAMENTOS E OS GUARDA ESSE É O QUE ME AMA; (...)

Os MANDAMENTOS de Cristo não são mais os conceitos falhos (Romanos 8:3) aplicados pelo homem ainda que na direção de Deus (João:1-17) mas sim os ensinamentos que vem; não pelo cumprimento as regras da lei, mas na RESPONSABILIDADE que tomamos posse por amor a Cristo

(Mateus 5:13) - VÓS SOIS O SAL DA TERRA; e se o sal for insípido, com que se há de salgar? (...)

Cristo nos chama para a DIFERENÇA, e que diferença fazemos quando nos associamos aos demais visando nosso interesse próprio?
Talvez o argumento seja justo (humanamente falando) mas então eu devo reacender a chama da prioridade sobre meus ideais.

(Mateus 22:37) - E Jesus disse-lhe: AMARÁS O SENHOR TEU DEUS DE TODO O TEU CORAÇÃO, E DE TODA A TUA ALMA, E DE TODO O TEU PENSAMENTO.

É a VONTADE DE DEUS sobreposta sobre a minha vontade. E será a vontade de Deus que motivados por nossos próprios interesses, nos associemos a movimentos que gerem como frutos, badernas, conflitos, brigas e por fim o prejuízo maior ao povo, como massa que sempre sofre nas mãos daqueles que DEVERIAM zelar por eles?

De certo que não. Como SAL Deus nos chama para a PAZ.

(Marcos 9:50) - Bom é o sal; mas, se o sal se tornar insípido, com que o temperareis? Tende sal em vós mesmos, E PAZ UNS COM OS OUTROS.

Como alguém que busca REPRESENTAR Cristo na terra, não posso estar envolvido em situações que gerem conflitos, NÃO IMPORTANDO QUAIS SEJAM MEUS INTERESSES, uma vez que NA VERDADE o que devo APRENDER é a CONFIAR e a CRER EM DEUS. Sendo paciente conforme aquilo que ele ensina.

(Romanos 12:12) - Alegrai-vos na esperança, SEDE PACIENTES NA TRIBULAÇÃO, perseverai na oração;

Não devo me ASSOCIAR com aqueles que buscam a desordem, mas como servo do senhor convidá-los a PAZ:

(I Tessalonicenses 5:14) - Rogamo-vos, também, irmãos, QUE ADMOESTEIS OS DESORDEIROS, consoleis os de pouco ânimo, sustenteis os fracos, e sejais pacientes para com todos.

Seja cuidadoso e vigilante frente aos seus interesses, pois eles SÃO EXCLUSIVAMENTE SEUS. Somos RESPONSÁVEIS como Cristãos que afirmamos ser, frente nossos atos diante de Deus.

(Mateus 12:37) - PORQUE POR TUAS PALAVRAS SERÁS JUSTIFICADO, E POR TUAS PALAVRAS SERÁS CONDENADO.

Sejamos instrumentos de paz e não de conflito ou desordem. Cristo nos chamou para fazer a diferença e buscarmos ser semelhantes a ele, assim tente imaginar Cristo envolvido em um movimento grevista criando balburdia... De certo isso nunca aconteceria.
O salário é digno? O Governo esta certo? Nada disso me importa. O que me importa é minha condição diante dos homens como alguém que busca representar a Deus. Respeito a escolha dos meus companheiros e espero que respeitem a minha uma vez que ela não é motivada por interesses políticos ou financeiros.

Pense bem Cristão e lembre-se sempre:
(Atos 5:29) - (...) respondendo Pedro e os apóstolos, disseram: MAIS IMPORTA OBEDECER A DEUS DO QUE AOS HOMENS.

A quem você esta obedecendo neste momento?
Reflita...

Quanto a ordem correta das "condições" aplicadas em minha vida:
Sou CRISTÃO, sou homem, chefe de família e policial militar.
Minha PRIORIDADE é ACIMA DE TODAS AS COISAS, buscar agradar a Deus.

Lembre-se:
(I Timóteo 6:10) - Porque O AMOR AO DINHEIRO É A RAIZ DE TODA A ESPÉCIE DE MALES; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores. (I Timóteo 6:11) - MAS TU, Ó HOMEM DE DEUS, FOGE DESTAS COISAS, e segue A JUSTIÇA, A PIEDADE, A FÉ, O AMOR, A PACIÊNCIA, A MANSIDÃO.

Que Deus abençoe a todos.

Marcus VP Moreira
12:59 - 06 fev 2009

Faça sua escolha...

Clique na imagem para ampliar!

Você pode ter LIBERDADE com RESPONSABILIDADE pela GRAÇA ou viver PRESO por meio de REGRAS pela LEI.
É tudo uma questão de escolha.

12:35 - 05 fev 2012
Marcus VP Moreira